zulupa.com.br
quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Minha história

 

Entre pedaladas mundo afora

Egon Mittelstadt, 48 anos de idade, é natural de Santa Rosa, formado em Educação Física pela UNIJUÍ, professor de Taekwondo, Árbitro Esportivo e Ciclista.

 

Egon espera trazer boas histórias de mais uma viagem.
Egon espera trazer boas histórias de mais uma viagem.

Desde muito jovem, Egon já se identificava com os esportes, em especial as artes marciais. Com dezesseis anos de idade já treinava Karatê, e logo depois foi prestar serviço militar por um período de três anos, onde integrava a equipe de rústica. Após sair do exército, em um de seus passeios noturnos, ao passar por uma academia, ouviu gritos carregados de emoção, fibra e determinação, despertando sua curiosidade a ponto de fazer com que entrasse e buscasse informações a respeito de tão bela arte, percebendo que o professor era seu grande amigo Luis Marafiga. A partir daí, nunca mais se afastou das artes marciais.
Em 1988 trocou o Karatê pelo Taekwondo, onde chegou a graduação de faixa preta no ano de 1992. Por sete vezes, Egon foi Campeão Brasileiro, três vezes Campeão da Copa do Brasil, quatro vezes Campeão Open Brasileiro e três vezes Campeão Internacional, categoria Master de Taekwondo.
A partir de 1988, passou a trabalhar em academias como professor. Entrou para a universidade em 2001, no curso de Educação Física, onde um intercâmbio Brasil/Alemanha consagrou o marco inicial de suas incansáveis pedaladas, pois foi da Alemanha que Egon trouxe sua grande companheira de viagens, uma bicicleta hibrida de montain bike e speed, própria para longos percursos, e que lhe acompanha até os dias atuais. 
Por ser movido a desafios, em janeiro de 2011 Egon encarou quatro mil quilômetros sobre pedais, percorrendo de Santa Rosa/RS à Salvador/BA, em 41 dias de viagem. Em abril do mesmo ano, com mais dois companheiros, percorreu em 24 horas (duas etapas de 12 horas) a distância de 500 quilômetros, entre Santa Rosa/São Borja/Santa Rosa. Todos estes feitos lhe renderam notoriedade e homenagens em Santa Rosa e região, “na UNIJUÍ recebi em homenagem dos professores de Educação Física, uma placa comemorativa pelo feito de coragem e determinação”, recorda. Na Câmara Municipal de Vereadores também foi homenageado com um certificado de Menção Honrosa.
Devido ao seu grande espírito aventureiro, já no mês de maio de 2011, Egon dava início ao planejamento de seu próximo desafio, percorrer em aproximadamente 50 dias o caminho entre os Rio Grandes, do Sul ao do Norte - Santa Rosa/RS até Natal/RN - totalizando cinco mil quilômetros. “Para realizar com sucesso uma aventura desse porte, é necessário muita determinação, garra, coragem e planejamento, que consistem em uma organização imensa, pois, como em todas as áreas de nossa vida, não se chega a lugar algum sozinho”, afirma. Para Egon, o primeiro passo ou a primeira pedalada dessas aventuras se realizam no papel, em um projeto elaborado pelo próprio atleta, onde especifica custos, preparação física e psicológica. “Nada disso seria possível sem o incondicional apoio da família e amigos”, destaca.
Segundo Egon, outro ponto fundamental para a realização do projeto é o aporte dos patrocinadores e apoiadores que dão as condições financeiras necessárias para toda a viagem. Além de tudo isso, é de extrema importância a preparação psicológica do atleta, em virtude das inúmeras dificuldades encontradas em nossas rodovias, desde as intempéries climáticas até os imprevistos mecânicos, sem contar as condições estruturais das estradas brasileiras - muitos trechos sem acostamento, forçando os ciclistas a rodarem encima da pista, em condição de perigo total.
Egon deixa uma mensagem a todos que de alguma forma fazem parte desta trajetória: “Agradeço a todos que de uma forma ou de outra me apoiaram psicológica ou financeiramente para a realização dos meus objetivos. Espero poder retribuir a todos vocês com belas histórias de mais uma viagem. Entre pedaladas mundo a fora, me pego imaginando um mundo onde as pessoas são menos egoístas e invejosas, mais companheiras e amigas. Acredito que quanto mais humanos nos tornamos mais de Deus nos aproximamos”.

 

Egon se identifica com diversas modalidades de esportes. Egon se identifica com diversas modalidades de esportes.
No Taekwondo, chegou a graduação de faixa preta. No Taekwondo, chegou a graduação de faixa preta.
Seu próximo desafio é percorrer em aproximadamente 50 dias o caminho entre os Rio Grandes, do Sul ao do Norte. Seu próximo desafio é percorrer em aproximadamente 50 dias o caminho entre os Rio Grandes, do Sul ao do Norte.
Arquivo
  • Peixes Voadores "Levando com nós a bandeira do Rock And Roll"
  • Dos campos do Sul às rádios da América Latina “Meter a mão na terra, e dela retirar poemas e canções, é para quem sabe que dela saiu e para ela um dia voltará”.
  • "Só tenho tempo se estou ocupado" Roque Aloisio Weschenfelder diz que é professor nas horas de folga e nas demais escreve e interage com a família e o mundo.
  • "Larguem essas coisas e vão estudar" A Amplifield foi se formando aos poucos. Inicialmente o João Bauken – Baterista, convidou o Felipe Trindade – Guitarrista, para começar a fazer um som. O músico adquiriu a primeira guitarra na troca de uma bicicleta. Felipe relembra.
  • Me faço Arte Natural de Santa Rosa, Narda Lunardi estudou, entre outras escolas, no Visconde de Cairú, onde conheceu sua verdadeira vocação, a dança, o canto e a pintura.
  • Leitura como paixão! Natural de Campina das Missões, Jacob Petry é formado em filosofia pela Unijuí, tem 40 anos e desde 2006 mora na pequena cidade Hachensach, dos Estados Unidos.
  • Da arte do futebol para arte do teatro Denilson Levy, veio do Rio de Janeiro para “beber a água dos rios de Santa Rosa”.
  • Desafios como incentivo para viver Rosamélia Mensch Klein, viúva, aposentada, dona de casa, 72 anos de idade, filha de empresário, é natural da cidade de Ijuí.
  • Teatro para melhorar a vida das pessoas Natural do município de Giruá, Maria Inez Flores Pedroso, veio para Santa Rosa com nove anos de idade.
1 2 3 

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 9700 5946 / 9613 5633