zulupa.com.br
quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Minha história

 

Desafios como incentivo para viver

Rosamélia Mensch Klein, viúva, aposentada, dona de casa, 72 anos de idade, filha de empresário, é natural da cidade de Ijuí.

 

Rosamélia acredita que herdou o interesse pela música de seu pai, um autodidata que tocava vários instrumentos musicais.
Rosamélia acredita que herdou o interesse pela música de seu pai, um autodidata que tocava vários instrumentos musicais.

Rosamélia é mãe do Claiton, do Alexandre, da Turia e da Debora, e avó de três lindas netas, Nicole, Brenda e Eduarda. Ela reside em Santa Rosa há 62 anos e, atualmente, desempenha atividade extra como vendedora autônoma. “Meu filho mais velho Claiton, de 45 anos, que já residiu em Londres, infelizmente se encontra doente ‘Psicose Esquizofrênica’. Os 365 dias do ano levo comida para ele e remédios, pois ele mora em outro apartamento, próximo ao meu. Amo ele e sou grata a Deus por ser meu filho, sei que ele também é grato a Deus por mim. Minha filha Turia é Psicóloga e a Débora está ingressando no mercado de trabalho como corretora de Imóveis”.
Rosamélia também faz parte da Liga Feminina de Combate ao Câncer. “Nas horas vagas, vendo Mix-Lar, confecções, cama, mesa, banho e decorações, me identifico no ramo de vendas, pois, quando jovem tive uma loja chamada Túria Modas”. Adora música, escrever e gosta de dar presentes, além disso, gosta de cantar e tocar gaita de boca. “Quando crianças, minha irmã e eu nos apresentávamos no programa infantil Francisco Alves, da Rádio Sulina de Santa Rosa, a recompensa pela apresentação era um pacote de balas Guri e um refrigerante Laranjinha, na década de 50, nessa época a rádio funcionava no 2º andar do edifício Bozetto, na avenida Rio Branco”. Ela conta que se sente realizada e feliz, e hoje está encarando um dos desafios mais interessantes de toda a sua vida, tocar saxofone. Ela acredita que herdou o interesse pela música de seu pai, um autodidata que tocava vários instrumentos musicais. “No início do ano conheci um professor de música, que por sinal é vizinho meu, então resolvi comprar o meu primeiro saxofone, que sempre me atraiu de forma especial, logo tratei de providenciar horários com o professor Amarildo”. Rosamélia conta que está estudando com muito afinco, e está adorando, pois, em poucos meses já consegue tocar ‘Como é grande o meu Amor por Você’, ‘Debaixo dos Caracóis dos seus Cabelos’, e outros temas como ‘Bessame Mucho’ e ‘Yesterday’ dos Beatles. “Gosto de fazer coisas desafiadoras, não vejo no fator idade um obstáculo limitador para novos aprendizados, devemos sempre buscar aprender algo novo, que nos mantenha ocupados, ativos e atuantes, tornando a vida mais alegre ao sabor das conquistas diárias. Através da música fiz novas amizades, jovens que também curtem e tocam a boa música estão sempre prontos a me ajudar com valiosas dicas. Isso tudo é muito bom, pois, faz com que me sinta mais jovem”, afirma ela.
Rosemália conta que durante toda a sua vida sempre procurou ver o lado bom das coisas, o que, segundo ela, nos mostra um número maior de possibilidades fazendo aumentar nossa perspectiva de luta. Neste ano ela participou do filme Os Desbravadores, do Cineasta Anderson Farias, como Atriz e Figurinista. “Por tudo isso eu amo a vida, gosto de auxiliar as pessoas, amo a cidade de Santa Rosa, as pessoas são cordeais, amistosas e acolhedoras”. Ela finaliza lembrando que “devemos buscar viver cada dia de forma única, o que passou, foi ontem, já foi. O hoje é o ontem de amanhã, devemos sempre agradecer a Deus pela vida, todas as manhãs agradeço pela minha família, pela saúde e peço a bênção de ter mais um dia, mais uma oportunidade pra tentar fazer o melhor, dar o máximo de mim na busca de tornar esse mundo um lugar bom para se viver”.

 

Rosamélia está encarando um dos desafios mais interessantes de toda a sua vida, tocar saxofone. Rosamélia está encarando um dos desafios mais interessantes de toda a sua vida, tocar saxofone.
Neste ano, Rosamélia participou do filme Os Desbravadores, do Cineasta Anderson Farias, como Atriz e Figurinista. Neste ano, Rosamélia participou do filme Os Desbravadores, do Cineasta Anderson Farias, como Atriz e Figurinista.
Arquivo
  • Peixes Voadores "Levando com nós a bandeira do Rock And Roll"
  • Dos campos do Sul às rádios da América Latina “Meter a mão na terra, e dela retirar poemas e canções, é para quem sabe que dela saiu e para ela um dia voltará”.
  • "Só tenho tempo se estou ocupado" Roque Aloisio Weschenfelder diz que é professor nas horas de folga e nas demais escreve e interage com a família e o mundo.
  • "Larguem essas coisas e vão estudar" A Amplifield foi se formando aos poucos. Inicialmente o João Bauken – Baterista, convidou o Felipe Trindade – Guitarrista, para começar a fazer um som. O músico adquiriu a primeira guitarra na troca de uma bicicleta. Felipe relembra.
  • Me faço Arte Natural de Santa Rosa, Narda Lunardi estudou, entre outras escolas, no Visconde de Cairú, onde conheceu sua verdadeira vocação, a dança, o canto e a pintura.
  • Entre pedaladas mundo afora Egon Mittelstadt, 48 anos de idade, é natural de Santa Rosa, formado em Educação Física pela UNIJUÍ, professor de Taekwondo, Árbitro Esportivo e Ciclista.
  • Leitura como paixão! Natural de Campina das Missões, Jacob Petry é formado em filosofia pela Unijuí, tem 40 anos e desde 2006 mora na pequena cidade Hachensach, dos Estados Unidos.
  • Da arte do futebol para arte do teatro Denilson Levy, veio do Rio de Janeiro para “beber a água dos rios de Santa Rosa”.
  • Teatro para melhorar a vida das pessoas Natural do município de Giruá, Maria Inez Flores Pedroso, veio para Santa Rosa com nove anos de idade.
1 2 3 

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 9700 5946 / 9613 5633