zulupa.com.br
domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Política

 

18/05/2017 08h39

Gravação entre Michel Temer e dono da JBS é manchete

Em conversa com Joesley Batista, presidente teria dado aval para compra do silêncio de Eduardo Cunha

 

Conversa gravada entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, dono da JBS, está nas manchetes dos principais jornais nesta quinta-feira. No diálogo, que consta em delação firmada pelo empresário na Operação Lava Jato, Temer dá aval a compra de silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha na prisão. Em outra gravação, o senador Aécio Neves pede R$ 2 milhões para pagar despesas com advogados na Lava Jato.

O Globo
O país na incerteza
Num acordo de delação feito de forma inédita na Lava-Jato e revelado no site do GLOBO, Joesley Batista, dono da JBS, entregou ao Ministério Público gravação em que o presidente Temer, numa conversa em março, dá aval para o empresário comprar, com mesadas, o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e do operador Lúcio Funaro, presos em Curitiba. “Tem de manter isso, viu?”, incentiva Temer. O presidente ainda indicou a Joesley o deputado Rocha Loures para resolver um assunto da JBF. 

Aécio pede R$ 2 milhões a dono da JBS
Joesley Batista também entregou à Procuradoria-Geral da República a gravação de uma conversa na qual o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, pede R$ 2 milhões a ele, alegando que precisava pagar despesas com advogados na Lava-Jato. Os dois se encontraram em 24 de março, em São Paulo. Aécio indicou um primo, Frederico de Medeiros, para receber o dinheiro. A PF filmou uma das quatro entregas de R$ 500 mil a Fred. O primo de Aécio repassou as malas a um secretário parlamentar do senador Zeze Perrella.

O Estado de S.Paulo
Temer deu aval a compra de silêncio de Cunha, acusa JBS; presidente nega
Presidente teria indicado o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F, holding que controla a JBS, no Cade, órgão do governo federal. Batista pergunta a Temer se poderia tratar “de tudo” com o parlamentar, ao que ele teria respondido: “Tudo”. Loures teria sido flagrado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Batista. Em nota, Temer confirma o encontro no Jaburu, nega o aval para calar Cunha e defende “ampla e profunda investigação”.

Folha de S.Paulo
Áudio de conversa de Temer empresário encurrala governo
O empresário Joesley e seu irmão Wesley, donos da maior produtora de carne do mundo, negociam acordo de delação premiada no Supremo. Foi a primeira ação desse tipo para tentar obter flagrantes de delitos na Lava Jato. Os relatos lançaram o governo em sua maior crise. No Congresso e em protestos de rua, houve pedidos de renúncia do presidente e clamor por eleições diretas.

Senado aprova socorro a Estados em calamidade
O Senado aprovou o projeto de socorro aos Estados em calamidade financeira. O programa permite que eles deixem de pagar a dívida com a União e com os bancos estatais por três anos. Em troca, será necessário um ajuste fiscal rigoroso.

Valor Econômico
Em gravação, Temer apoiou compra de silêncio de Cunha
O empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, entregou ao Supremo Tribunal Federal gravação em que o presidente Michel Temer dá aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha. Gravação foi feita com autorização judicial depois de o deputado ter sido preso na Operação Lava-Jato.

Fonte: VEJA

 

Comente esta notícia

Mensagem  
Nome  
E-mail*  
   
  * não será publicado.

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 9700 5946 / 9613 5633