zulupa.com.br
domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Esporte

 

12/03/2017 18h46 - Atualizado em 12/03/2017 18h48

Com gol de pênalti inexistente, Inter perde no Jaconi

O Internacional foi derrotado por 1 a 0 pelo Juventude na tarde deste domingo, no Alfredo Jaconi, pela 7ª rodada do Gauchão.

 

O gol foi marcado em um lance polêmico. Aos 46min do segundo tempo, a bola acertou o peito do lateral Junio no interior da área e, equivocadamente, o árbitro Diego Real marcou toque de mão. O pênalti inexistente decidiu o resultado em Caxias do Sul.

O próximo compromisso é contra o Sampaio Corrêa, quarta-feira (15/3), às 21h45, no Beira-Rio, pelo jogo de volta da 3ª Fase da Copa do Brasil (ingressos estão à venda). Pelo Estadual, próxima partida é diante do São Paulo-RS, sábado (18/3), no Gigante.

Escalação com novidades

Sem poder contar com D'Alessandro e Anselmo, suspensos, e Carlinhos, lesionado, o técnico Antonio Carlos Zago promoveu mudanças na equipe. Alemão começou na lateral direita, mas acabou sentindo uma lesão e foi substituído por Junio nos primeiros minutos do confronto. Uendel ocupou a lateral esquerda. Charles retomou a titularidade no meio-campo, que também teve Roberson e William como novidades.

Chuva coloca realização do jogo em risco

Em virtude do temporal que atingiu a cidade serrana na manhã deste domingo, a partida chegou a correu o risco de ser cancelada. Porém, a chuva deu uma trégua e, após vistoria do gramado do Jaconi, o jogo foi confirmado pela arbitragem.

Juventude pressiona e Danilo brilha

Quando a bola rolou no gramado encharcado, foi o Juventude que se impôs no ataque. Logo a 1min, Bruno Ribeiro tentou surpreender Danilo em chute por cobertura, mas o goleiro estava atento e espalmou para escanteio. O Inter conseguiu chegar à frente aos 10min, em cabeceio de Brenner que saiu pela linha de fundo. Aos 15min, Danilo fez defesa espetacular após cabeceio à queima-roupa de Caon, evitando o gol do adversário. Aos 21min, o goleiro colorado saiu bem do gol e evitou que o cruzamento vindo da esquerda chegasse aos atacantes que apareciam na pequena área para tentar a conclusão.


Danilo fez importantes defesas no primeiro tempo

Colorado mostra suas armas

O Inter suportou a pressão inicial, equilibrou o duelo e passou a especular no plano ofensivo. Aos 28min, Nico López fez o giro na meia-lua e disparou uma bomba, exigindo boa defesa de Douglas. Um minuto depois, após a cobrança de escanteio, Charles desviou por cima e a bola só não entrou porque Douglas deu um tapinha providencial nela. Porém, aos 38min, o Juventude voltou a assustar: Caion desviou de cabeça a cobrança de falta de Caprini e a bola acertou a trave.

Charles é expulso

Para o segundo tempo, Zago promoveu uma mudança tática, deslocando Uendel para a lateral esquerda e William para o meio-campo. O panorama do jogo, porém, estava complicado para o Inter. Aos 6min, Taiberson chutou e Danilo salvou mais uma vez. Aos 8min, Caion desperdiçou chance de abrir o placar, ao concluir, da pequena área, para fora. Para complicar, aos 11min, Charles recebeu o cartão amarelo e foi expulso. 

Apesar da inferioridade numérica em campo, o Colorado criou duas boas oportunidades no ataque. Aos 19min, Brenner foi lançado na área e chutou para a defesa de Douglas. Aos 23min, Carlos, que havia entrado no lugar de Nico López, cabeceou para fora.

Pênalti inexistente decide o placar

No apagar das luzes, aos 46min, a bola acertou claramente o peito de Junio (veja vídeo abaixo) no interior da área, mas o árbiro Diego Real marcou o pênalti. Apesar da forte reclamação dos colorados e da longa conversa que Real teve junto ao árbitro assistente e ao quarto árbitro, o que chegou a sugerir que a marcação equivocada seria revertida, a penalidade foi mantida. Seis minutos depois, Tadeu bateu e converteu a cobrança.

Ficha técnica:

Juventude (1): Douglas; Vidal, Wanderson, Ruan e Pará; Fahel, Sananduva, Taiberson (Murilo), Caprini (Dieguinho) e Bruno Ribeiro; Caion (Tadeu). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Internacional (0): Danilo Fernandes; Alemão (Junio, aos 13min do 1º tempo), Léo Ortiz, Paulão e Uendel; Rodrigo Dourado, Charles, William e Roberson; Nico López (Carlos, aos 16min do 2º tempo) e Brenner (Valdívia, aos 34min do 2º tempo). Técnico: Antonio Carlos Zago.

Gol: Tadeu (J), de pênalti, aos 52min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Paulão, Junio, Rodrigo Dourado, Léo Ortiz (I); Caprini, Tadeu, Vanderson (J). Expulsão: Charles (I).

Arbitragem: Diego Real, auxiliado por Rafael Alves e Leirson Martins.

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

 

Fotos: Ricardo Duarte Fotos: Ricardo Duarte
Comente esta notícia

Mensagem  
Nome  
E-mail*  
   
  * não será publicado.

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 9700 5946 / 9613 5633