zulupa.com.br
domingo,20 de setembro de 2020

Colunas / Cultura

 

06/06/2020 21h08 - Atualizado em 06/06/2020 21h47

Esticando a corda

Paulo Schultz Paulo Schultz
Professor
Bolsonaro e seu governo estão esticando a corda, testando para ver até onde vai (e com que ofensividade) a reação contrária da sociedade aos seus atos e desejos tortos.
 
Força a mão insistindo na cloroquina, mesmo sabendo que não tem comprovação científica nenhuma da eficácia no combate ao Corona vírus.
Força no discurso criminoso pelo fim do isolamento social preventivo.
Força na medida desonesta de tentar maquiar e/ou esconder dados sobre o tamanho crescente de mortos e contaminados pela epidemia no país.
 
Força através da insuflação diária de seus seguidores, focando sempre na postura de que é vítima, e de que não o deixam governar.
 
Força diariamente na postura de criar atritos e  conflitos contra instituições, com objetivo claro de destruir os pilares da República brasileira.
 
Força na intenção de liberar gradativamente o uso  cada vez mais permissivo de armas, no  intuito de fomentar o seu grande sonho -   milícias espalhadas pelo país todo.
 
Força, de maneira fria e calculada, milhões de brasileiros, em situação de pobreza e desespero, a ter que irem para a  rua buscar sua sobrevivência,  devido o governo dificultar, retardar ou  negar o pagamento do auxílio emergencial básico de R$ 600.
 
Força, sobremaneira, para a instalação do caos econômico e social no país, fator primordial para que Bolsonaro  possa implementar seu plano anarcocapitalista.
 
Forçam a corda, também, alguns generais do governo, quando fazem ameaças sutis (ou não) a outras instituições, através de postagens em redes sociais, ou declarações à imprensa.
 
Toda essa movimentação serve para testar se Bolsonaro e seu governo podem avançar nos seus intentos, ou precisam frear, ou recuar.
 
Tudo depende do tamanho da reação contrária.
 
Bolsonaro, aliás, faz disso ( da provocação e do atrito) sua ocupação principal  e diária.
 
Sendo exato,  Bolsonaro faz isso há quase 30 anos (28 como deputado, e agora como presidente).
Vive focado em uma disputa ideológica incessante,  contínua,  que ele alimenta para si e seus seguidores fiéis diariamente.
E que parece ocupar a maior parte do tempo de seus dias no governo.
 
Aliás,  cabe uma observação: ninguém impede Bolsonaro de governar.
 
Bolsonaro não governa porque é  pouco afeito ao trabalho - terceiriza e delega tudo, e  quando não pode fazer isso, mente  que o estão  impedindo.
 
No mais, tudo é um jogo de xadrez, onde Bolsonaro e seu governo avançam uma casa, e esperam para ver sua reação contrária - se ela não vem,  ou vem fraca,  eles seguem avançando, num pandemônio que mistura um anarcocapitalismo bárbaro com um ultraliberalismo que estilhaça o patrimônio público e impede o estado de ser indutor do desenvolvimento econômico e social.
 
Isso é o que está em disputa.

 

Este artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor, não representando necessariamente a opinião do portal.

 

Comentários

E qual sua proposta, prezado admirador do rei da falcatrua? Quais as propostas que o PT apresenta para colaborar com o país, com esta situação? Nenhuma. Muito pelo contrário, o PT como sempre, quando esteve na oposição pregou a baderna, se negou a colaborar, rejeitou todas as inciativas e votou contra todas, sim, todas as iniciativas positivas dos outros governos. Tão absolutista que é, só considera viável uma ideia se ela partir do próprio partido, que nada mais é do que um baforejo do lula, e que sempre pregou a desunião jogando uns contra os outros. O governo atual está desesperadamente tentando manter a economia do país em meio a uma situação totalmente inusitada e você quer atirar pedras? raivoso você, vingativo e antidemocrático (vocês não sabem o que é democracia). Sabe quantas mortes são decorrentes de cada ponto percentual de desemprego? 6 mil mortes/ano. Mas claro, nas certidão de óbito não será registrada morte por desemprego, então não conta nesta situação. No entanto você quer preocupar-se só com as mortes do covid. Sabe porquê? porque estas são convenientes para a teoria de terra arrasada do PT, este partido tóxico que você defende. Qual sua colaboração? Elaborar teorias para derrubar o governo? Isto não é solução, é um aproveitamento da condição vulnerável que o país e o resto do mundo se encontram. Sejam patriotas, sua pátria é o Brasil, não lula. Curvam-se tanto a lula que deixam o traseiro à mostra como diz o ditado, Instigar ineptos. Isto é colaboração?

joca - 10/06/2020 11h56

Ótimo. Parabéns Paulo !!

Janquiel - 08/06/2020 15h53

 

Comente estE ARTIGO

Mensagem  
Nome  
E-mail*  
   
  * não será publicado.

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 99700 5946 / 99613 5633