zulupa.com.br
domingo,20 de setembro de 2020

Colunas / Cultura

 

11/04/2020 19h56 - Atualizado em 11/04/2020 22h57

Santa ingenuidade

Paulo Schultz Paulo Schultz
Professor
Quem tiver esperança e apostar que as pessoas vão sair melhores, depois do período de isolamento, ou quando passar a epidemia.... pode parar de se iludir.. as pessoas vão sair iguaizinhas.
 
Para não generalizar ...falo aqui da maioria das pessoas.
Basta ver como se expressam nas redes, e como continuam agindo do mesmo jeito no seu dia a dia.
 
Parte delas só está sendo mais superficialmente e convenientemente contida, por medo, ou pela própria e necessária conveniência social do momento.
 
*Muito difícil alguém modificar caráter, ou expressar valores que não possui internamente, por conta de um isolamento ou epidemia.
 
 Vejam só a semana que passou: teve nítido aumento no volume de pessoas e carros nas ruas.
Dentro do período de isolamento, e mesmo com o número de casos confirmados e de mortes pelo vírus tendo aumentado em um ritmo mais forte nos últimos dias.
 
 ?Sabe porquê?
 
Era semana de Páscoa, e as pessoas queriam circular, comprar, consumir.
Comerciantes (os que podiam) queriam vender.
E as pessoas, de uma forma geral, estão entediadas e  tomadas de ansiedade por estarem em casa, tendo que reduzir seu ritmo, modificar sua rotina, e, talvez, perceber na marra, o quanto suas vidas precisam de circulação, compras e rotina para encobrir o óbvio mal encoberto: são superficiais e levadas dentro do raso senso comum.
 
 A esperança esbarra na realidade, quando vemos pessoas da classe média e da elite, desfilando pelas ruas, e , de dentro de seus bons ou luxuosos carros, convocando os trabalhadores a saírem do isolamento social, e voltarem ao trabalho.
- Para o bem do Brasil - é a  justificativa hipócrita. 
- Para não parar seus negócios e não interromper sua acumulação- essa é a verdade.
 
?Você acha que essa gente, que convoca os outros a se exporem,  enquanto elas estão protegidas* dentro de seus espaços privados, vai mudar ?
 
Você acha que a horda bolsonarista vai mudar?
Muito pelo contrário, eles sairão piores. Já estão sendo. Contrariando as recomendações de isolamento e de prevenção, desdenhando da epidemia, fomentando e disseminando teorias conspiratórias lunáticas, elaboradas por líderes teóricos dementes da extrema direita,  como o auto intitulado filósofo Olavo de Carvalho, guru da família Bolsonaro.
 
O próprio Bolsonaro,  tratou de fazer pouco caso no início da epidemia, foi, e está sendo contra  as orientações de isolamento e prevenção,  se põe numa defesa messiânica da tal cloroquina, que, além de não possuir comprovação científica, ao invés de curar, sendo usada  incorretamente, pode  matar.
 
?Você acha que Bolsonaro, sendo o que sempre foi, um falastrão irresponsável, com uma mente perturbada, de onde saem suas ações perversas, e suas palavras insensíveis, e por vezes insanas , você acha que ele vai mudar ?
 Ou os setores que estão aproveitando o período da epidemia para majorar preços de produtos essenciais e lucrar mais... você acha que eles vão sair melhores ?
 
Observo quem tem esta esperança, e a expressa.
 
Mas, não tenho como concordar.
 
É tão somente uma Santa Ingenuidade.
 
Poucos mudarão.
Estejamos com eles, na construção de uma outra forma de se relacionar entre os seres humanos, e com o planeta, e numa outra forma de produzir e distribuir riqueza.
 
Dos outros, o mundo se encarrega.

 

Este artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor, não representando necessariamente a opinião do portal.

 

Comentários

Mas, caro blogueiro, você exige que a horda Bolsonarista mude mas não enxerga o próprio nariz. Lula te traiu, te mandou uma banana, te roubou, fez piada de você, chamou a mulherada de grelo-duro, enriqueceu os amiguinhos e os familiares, deu uma esmolinha para você pensar que tava sendo assistido e não reclamar, e você fez o quê? Mudou? sim, mudou, para pior. Agora defende com unhas e dentes um déspota, eleito por vocês como semi-deus latino que acha que está acima das leis. Isso tem nome.....................

Joca - 29/04/2020 11h27

Esse tal de humanismo é preocupante. Somos humanos? O que é ser humano?Podemos ter esperança na humanidade? Podemos ser ingênuos sim, faz parte da nossa humanidade, porém o que nos move é a esperança! Se não há esperança não há o que fazer! A esperança está em nós, em nós tornarmos melhores a cada dia. Esta é a esperança que podemos viver!

Neusete - 11/04/2020 23h20

Belo texto Paulo, que nos leva a refletir sobre os seres humanos serem humano. Um vírus com essa capacidade letal, ainda não conseguiu, fazer com que muitos ainda, não entendam essa realidade. Temos muito passado pela frente.

Mara - 11/04/2020 22h56

Parabéns Paulinho,como sempre só verdades.Paulinho,só uma coisa eu gostaria que a classe trabalhadora levasse como lição desta pandemia,quem constrói a riqueza desta nação somos nós

Helena - 11/04/2020 22h21

PARABENS pelo texto! O contexto favorece à reflexão sobre os VALORES de VIDA. Pensar e chegar à mudança exige indignação sobre os próprios comportamentos. Quem está nessa condição e com disposição para tal?

Terezinha Lazzaretti Krolikowski - 11/04/2020 22h16

 

Comente estE ARTIGO

Mensagem  
Nome  
E-mail*  
   
  * não será publicado.

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 99700 5946 / 99613 5633