zulupa.com.br
sábado,19 de outubro de 2019

Colunas / Cultura

 

30/06/2019 13h08 - Atualizado em 03/07/2019 20h03

Somos todos Cunha, somos todos Moro, somos todos....

Paulo Schultz Paulo Schultz
Professor

A elite brasileira e uma parcela significativa da classe média tem "fabricado" seus heróis de forma sistemática e sequencial nos últimos anos

"Somos todos Aécio"

"Somos todos Cunha"

"Somos todos Moro"

A idolatria do herói da vez até se desfaz facilmente, assim que se revela quem de fato estes "heróis" são. Mas, não há crise existencial, nem de consciência para esta fatia da população brasileira.

Em seguida outro herói será criado, estampado na mídia ou nas redes sociais. Se isto acontece desta forma, a pergunta necessária para entender o que se passa é:

Porque essa camada social fabrica seus heróis?

Porque são o seu espelho.

A elite e parte da classe média se vê nestes heróis em termos de ações e concepções.

Os heróis que fazem tudo aquilo que essa parte da população tem vontade de fazer, e não faz por conveniência social ou falta de oportunidade. Os heróis que atendem o desejo de ver acontecer o que esta camada social quer. Há no cerne deste modo de posicionamento social, uma coisa intrínseca: os valores permanentes e nocivos do egoísmo, do patrimonialismo e do preconceito desta gente. Isso se manifesta de várias maneiras, nas ações cotidianas e no que se fala e se posta nas redes. Vejamos algumas frases comuns vindas deste segmento:

"A gente paga imposto demais, pro governo roubar e sustentar vagabundo que não trabalha!"

"Sou contra cotas porque a pessoa deve entrar na faculdade por seus méritos!"

"Sou rico porque trabalhei prá isso!"

"Se tá dormindo nas ruas, é porque é vagabundo e bebe!"

Somente destas frases, analisadas com olhar mais profundo, se extrai a presença forte e balizadora destes três pilares, que movimentam ações e pensamentos desta fatia da população brasileira.

A partir destes, individual e coletivamente, é que então compreende-se como e porquê a elite e parte da classe média brasileira cria seus "heróis do momento". Os heróis que dizem e fazem tudo aquilo que este grupo social deseja fazer ou dizer.

Os heróis que prendem aqueles que vão contra suas concepções sociais, os heróis que agem no sentido de manter segregadas as pessoas consideradas inferiores por questão de classe, racial, sexual, etc.

"Onde já se viu, pobre fazendo faculdade e medicina, e em aeroporto?"

O escândalo atual, da revelação que o herói Moro não passa de um crápula dissimulado, não move uma palha desta gente toda.

Sabe o que dizem?:

"Pode ter sido parcial e ilegal, mas se foi prá prender o Lula, está justificado!"

Sem chance de mudança de postura. Os pilares do egoísmo, patrimonialismo e preconceito são rígidos e inabaláveis. E se o herói Moro cair, em seguida criam outro.

Assim caminha a desumanidade deste segmento social.

Já dizia Cazuza: "A burguesia só olha pra si."

 

Foto: Internet Foto: Internet

Este artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor, não representando necessariamente a opinião do portal.

 

Comentários

Garanto que você não consegue dizer ou lembrar de ninguém que tenha dito "Onde já se viu, pobre fazendo faculdade e medicina, e em aeroporto?". Essas barbaridades fazem parte do discurso imbecil do lula para convencer os outros imbecis. Parece que você foi convencido.

luiz - 18/10/2019 18h28

Exatamente !!!!!

ProfeGelson - 04/07/2019 12h29

Exatamente !!!!!

ProfeGelson - 04/07/2019 12h29

Exatamente !!!!!

ProfeGelson - 04/07/2019 12h29

Exatamente !!!!!

ProfeGelson - 04/07/2019 12h28

Exatamente !!!!!

ProfeGelson - 04/07/2019 12h27

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h47

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h47

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h47

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h47

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h35

Muito bom, Paulo!

Gerson Rodrigues - 04/07/2019 07h34

Parabéns Paulo, excelente artigo. Reflexivo. E atual.

Orlando Desconsi - 03/07/2019 22h33

 

Comente estE ARTIGO

Mensagem  
Nome  
E-mail*  
   
  * não será publicado.

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 99700 5946 / 99613 5633