zulupa.com.br
terça-feira,25 de fevereiro de 2020

Colunas / Cultura

 

16/11/2019 20h57 - Atualizado em 17/11/2019 11h30

Tucanos Versão 2 - Reloaded

Paulo Schultz Paulo Schultz
Professor
A primeira leva de lideranças tucanas, como Fernando Henrique, Serra, Alckmin, a ex-governadora gaúcha Yeda Crusius, entre outros, terminou seu ciclo político.
 Era um conjunto de lideranças dispostas a  aplicar o receituário neoliberal na sua primeira fase no Brasil.
As eleições presidenciais do ano passado determinaram o fim de ciclo para essa turma.
 
Sobraram ao PSDB dois governos estaduais de relevância política : São Paulo, com o arrogante e brega João Dória,  e Rio Grande do Sul, com Eduardo Leite.
 
Estes representam a segunda geração de tucanos - os tucanos versão 2.0 reloaded.
 
Os tucanos da primeira geração usavam do argumento que era preciso privatizar e diminuir o tamanho do estado para que este se  focasse nas áreas da educação, saúde e segurança.
Com o fim do ciclo desses tucanos,  esse discurso morreu.
 
Os tucanos da nova geração são mais frios e diretos - não usam o biombo argumentativo do tripé saúde, educação, segurança para justificar seus projetos e atos de governo. 
 
Falam em privatizar, eliminar, cortar, diminuir o tamanho do Estado, simplesmente para que tudo seja executado pelo mercado, pelo mundo privado. 
 
Com naturalidade, oferecem pão seco sem cobertura. 
 
Não se fala nada em políticas sociais, nem projeto de desenvolvimento.
 
João Dória, já quando prefeito de São Paulo, dava a linha dessa nova versão dos tucanos.
Medidas polêmicas, preconceito contra moradores de rua, frieza no trato com minorias e excluídos, tratamento desumano ao funcionalismo.
 
Pois a versão gaúcha reloaded dos tucanos, Eduardo Leite, está igual.
 
Só fala  em cortar, privatizar, diminuir a presença do estado, e maltrata o funcionalismo, sobretudo os que ganham menos.
 
Além de tudo,  seu governo é uma  continuação mais agressiva do governo anterior, do MDB de Sartori.
 
 Só trocou-se um gringo tosco,  por um tucano polido, de discurso fácil e hábil.
 
Quase um ano de governo, e a conversa toda gira em torno de  privatizar e diminuir.
 
Não se fala em geração de emprego e desenvolvimento econômico, não se fala em valorização do funcionalismo público, é um deserto total de ideias que sejam a favor da maioria dos gaúchos.
 
Tudo que essa gente quer é voltar o estado para os interesses do mundo privado,  para que o "mercado" resolva a vida.
 
Afinal de contas: para quem Eduardo Leite governa?
Quase um ano de  mandato, e não disse qual é o seu projeto para desenvolver o estado.
Que propostas tem para melhorar a vida dos gaúchos mais necessitados,  que passam pelo desemprego ou por uma condição de empobrecimento?
 
Assumiu o governo somente para cumprir os interesses do "mercado",  do capital, do grande empresariado gaúcho?
 Foi para isso ?
 
A versão 2.0 reloaded dos tucanos é perversa.
 
Deve ser combatida de frente.
Assim como os tucanos da 1a geração foram politicamente mitigados, estes também o deverão ser.
Para o bem da maioria.

 

Foto Internet Foto Internet

Este artigo é de responsabilidade exclusiva do seu autor, não representando necessariamente a opinião do portal.

 

Comentários

Ora, de novo FHC? é o mesmo fetiche do lula. Sobre políticas sociais, elas começaram justamente com FHC, e lulinha o semi-deus da safadeza juntou todos os programas do FHC-PSDB num só, mudou o nome e disse que o filho era dele.Volto a dizer, lula foi o maior canalha que já pisou no planalto, e quem o defende ou é canalha ou é idiota. Quem quer estado inchado? O socialista que dele se serve, só este. Quem trabalha e dedica seu dia ao seu labor quer Estado mínimo, o mínimo possível para não pesar-lhe nas costas.

Luiz - 18/11/2019 16h58

Parabéns colega, excelente texto. Precisamos compartilhar para que muitos possam refletir.

Noemi de Araújo Bauer - 17/11/2019 18h58

Parabéns Paulo , excelente texto.

Orlando Desconsi - 17/11/2019 12h34

 

Comente estE ARTIGO

Mensagem  
Nome  
E-mail*  
   
  * não será publicado.

 

Soluty Zulupa.com.br © 2010. Todos os direitos reservados.
contato@zulupa.com.br - (55) 99700 5946 / 99613 5633